segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Chapada dos Veadeiros

Alto do Morro da Baleia



Ou, como eu prefiro brincar com o nome: Chapados Veados. Seja como for, é uma excelente opção para aqueles que buscam novas experiências em ecoturismo combinados a um ar pseudo-esotérico-hippie-nice. O visual único do cerrado e clima descontraído da região garantem bons momentos de descanso que tornam-se imprescindíveis para os workaholics do planalto central - e acredite, eles existem!

Não foi a primeira nem será a última vez que fomos para a Chapada dos Veadeiros, GO. O lugar é conhecidíssimo dos brasilienses que fogem da cidade planejada para se ver em volta da imensidão do Cerrado, a "Savana brasileira".

ONDE FICAR
Existem inúmeras pousadas tanto em Alto Paraíso quanto na Vila de São Jorge. Os preços fora de temporada são razoavelmente acessíveis, no entanto é importante notar que feriados, festivais e período de férias podem inflacionar muito a oferta de serviços, além de dificultar (e as vezes esgotar) as opções de hospedagem. Planejamento e antecedência são fundamentais.
O lugar da estadia, mais que recomendado, foi o camping Pacha Mama, dos agora já amigos Eric e Kelly. Situado as beiras da estrada que une Alto Paraíso e a vila de São Jorge, o lugar detém uma das mais belas paisagens da chapada, aos pés do conhecido Morro da Baleia. A recepção no camping não podia ser melhor. O casal atende os visitantes como velhos amigos e é fácil estender o café da manhã até o meio do dia só "proseando" com os dois. O café da manhã, por sinal, é uma refeição mais que completa: pães, leite, café, frios, frutas, ovos mexidos feitos na hora e geléias artesanais feitas alí mesmo (também disponíveis para venda).
Além da localização, receptividade, grande café da manhã e ótimos banheiros, outro elemento que faz do Pacha Mama um lugar para se voltar sempre é o extrito respeito à individualidade da experiência de acampar. Nada de barracas coladas uma nas outras, som alto, ou baladas intermináveis que roubam o descanso dos vizinhos. Alí, a fogueira que rege a confraternização noite adentro fica afastada da área de barracas, o que garante aos cansados amantes da natureza uma boa noite de sonhos.
Dica importante é ir preparado para o friozinho que faz pela madrugada. Apesar de todo apoio dado pelo casal anfitrião em fornecer cobertores aos desavisados, é bom ir equipado para baixas temperaturas.




ATIVIDADES


Quem vem para Chapada está em busca de cachoeiras maravilhosas, sem dúvida. São inúmeras quedas, poços e trilhas que permitem uma interação perfeita com o meio ambiente. A melhor época do ano para desfrutar ao máximo desta paisagem é durante o período da seca, de maio a começo de outubro. Aqui vão algumas dicas do próprio pessoal do camping e tomamos a liberdade de fazer alguns comentários naquelas que já fomos:
Cachoeiras Almécegas I e II (R$ 10,00) - vale muito a pena, as cachoeiras são super imponentes e a trilha é muito bonita.
Trilha de 300 mts e 1,8 km. Antes de chegar à Almécegas I, pode-se ver a cachoeira de frente, é uma bela vista além ser possível tomar banho, mas nessa parte Almécegas II se destaca, cai em forma de véu de noiva, a 45 mts de altura. Sua piscina tem águas verdes cristalinas e o córrego Almécegas vai além por um grande canyon de rochas coloridas. Encontra-se no Hotel Fazenda São Bento a 09 km do PachaMama.

Cachoeira da Água Fria (R$ 5,00)
Trilha de 2 km. É uma queda com um total de 190 mts. em cascatas que variam entre 60, 50 e 30 mts. de altura com grandiosa vista para o Vale do Moinho, ideal para a prática de Rappel. Encontra-se no Camping Santa Rita de Cássia a 08 Km da cidade de Alto Paraíso.

Cachoeira São Bento (R$ 5,00) - tem uma boa estrutura para tomar sol e um poço perfeito para nadar com tranquilidade.
Trilha de 100 mts. É formada pelo rio dos Couros e possui uma ótima piscina natural para nadar, em uma das margens há uma caverna semi-submersa. No mês de setembro sedia campeonatos de Pólo-Aquático. A 09 Km do PachaMama.

Cachoeira das Loquinhas (R$ 8,00) - muito bonitas, bem pequenininhas, uma das águas mais cristalinas que encontramos.
Trilha de 800 mts. Uma série de pequenas cachoeiras e poços de água verde esmeralda e cristalina, o caminho é totalmente tablado e possui também escadas de madeira para facilitar o acesso às águas. Fácil acesso fica dentro da cidade de Alto Paraíso. Ótimo para tomar banho.

Cristal (R$ 7,00)
Trilha de 400 mts. Um belo lugar para caminhar, tomar banho, nadar e tomar sol. Várias cachoeiras pequenas e charmosas, com diversos recantos para tomar uma boa ducha natural e banho de sol. Acesso fácil com estrada em ótimo estado, trilha de caminhada tranqüila e local para vendas de alimento. As quedas de água se sucedem e formam poços. Fica aproximadamente a 6 km de Alto Paraíso. Trilha adequada para idosos e crianças, até o primeiro poço.

Morada do Sol (R$ 5,00)
Trilha de 2 km. De grande beleza, com águas rasas e gostosas para tomar banho. Piscinas rodeadas por lages de pedras que formam cascatas, ideal para hidromassagem. Fica a 4Km após a Vila de São Jorge.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Guia) - paisagem espetacular, flora e fauna deslumbrantes, trilha puxada.
Trilha de média de 5 km cada. Unidade de Conservação abrangendo um terço da área do município de Alto Paraíso de Goiás. Possui lindos atrativos turísticos como: Saltos do Rio Preto (Cachoeiras de 80 e 120 mts),Corredeiras e Canyons, cujo acesso se faz a pé a partir de São Jorge. A visita ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros só é permitida com acompanhamento de um Guia credenciado pelas Associações. Existem duas opções de trilha, uma que leva ao Salto do Rio Preto que é o principal atrativo do Parque, ambiente perfeito para fotografar e a segunda leva aos Canyons e a cachoeira Cariocas, um ótimo lugar para nadar. A caminhada dura média de 5 horas para cada uma das opções.

Raizama (R$ 10,00)
Trilha de 2,3 km. Santuário de beleza selvagem, local bom para a prática do canyoning, em bela cachoeira no encontro entre os rios São Miguel e Raizama, mas perigoso na época de chuva.

Vale da Lua (R$ 5,00) - as formações rochosas são bem interessantes, vale a pena ir uma vez para conhecer.
Trilha de 600 mts. O rio São Miguel corre entre rochas que impressionam pelas cores e formas esculturais, talhadas pela força das águas através dos tempos. Provavelmente o principal cartão postal da Chapada dos Veadeiros. Ótimo local para banho com bela vista. A 14 Km do PachaMama.
Eden (R$ 7,00)
Trilha de 300 mts. Nascentes de água morna com piscinas artificiais e acabamento rústico permitem um agradável e relaxante banho. É indicado para todas as idades. Fica a 15 km de São Jorge.

Poço Encantado (R$ 6,00)
Trilha de 300mts. A 50 km de Alto Paraíso em estrada asfaltada rumo a Cavalcante o local dispõe de uma boa estrutura, com estacionamento, lanchonete e restaurante com uma vista privilegiada da cachoeira com uma queda de 45mts de altura. Embaixo dela forma-se um grande poço excelente para nadar. A mata ciliar é aberta com uma prainha ideal para o disfrutar em família.

Anjos e Arcanjos (R$ 5,00) - excelente trilha e cachoeiras surpreendentes. é mais tranquila, não tem tanta gente.
Trilha de 3 km. Duas ótimas cachoeiras tanto para tomar banho quanto para apreciação, suas águas são apesar de muito limpas, de cor escuras como coca-cola devido à alta concentração de tanino (composto vegetal), fazendo um belo efeito com a luz do sol. Está dentro do Parque Solárium a12 km de Alto Paraíso no vilarejo do Moinho. Para chegar às cachoeiras é preciso caminhar quase 2 km cada uma, sendo a Arcanjos um nível um pouco mais difícil, porém de uma beleza mais impressionante.

Cataratas dos Couros (R$ 10,00)
Trilha de 2 km. Um rio com uma sequencia de quedas por vários quilômetros as Cataratas dos Couros recebe esse nome pelo fato de ter sido o local onde se tratavam os couros dos veados campeiros há anos atrás. Para chegar a queda principal e de maior beleza é preciso preparo físico para a caminhada e a presença de um guia devido a dificuldade da localização. Está aproximadamente a 50km de Alto Paraíso, onde 20km são de estrada asfaltada. Como várias cachoeiras na região, não é possível transitar em época de chuva.

Outros Atrativos: Morro da Baleia (Guia) - trilha (ou seria escalada?) bem puxada, a vista é bonita mas para ir uma vez só.
Trilha de 2 km com média de 3 horas de caminhada. O mais próximo do Camping PachaMama. É um local estimado pelos espiritualistas, que realizam em seu topo vigílias, celebrações e meditações. Perfeito para caminhadas, com águas para banhos no alto do primeiro platô em certas épocas do ano. A trilha que sobe o morro deve ser feita por um guia credenciado, no topo é possível ter uma inesquecível vista dos outros morros da Chapada dos Veadeiros num ângulo de 360º.


COMER EM ALTO PARAÍSO
BARRACÃO 3 - parada obrigatória para quem volta da cachoeira meio morrendo de fome mas não querendo estragar o jantar ou a cervejinha mais tarde. É um lugar bem gostoso, fica perto da rodoviária e serve um açaí na tigela incrível - pode ser batido com gengibre, banana, morango, hortelã, etc. Também serve sanduíches que parecem interessante, mas o preço desanima um pouco.
JAMBALAYA - é o mais descolado/moderninho da cidade. Fomos jantar um dia lá e foi muito bacana, o ambiente é bem decorado, com luz baixa e pratos diferentes do que normalmente se encontra na região. O atendimento é muito bom - as mocinhas ganham na simpatia - e pode-se ver a alegria que conduz a cozinha pela porta do bar-balcão.
M
ATULA - comida tradicional da Chapada dos Veadeiros inventada (inclusive o fato dela ser "tradicional") pelo Sr. Valdomiro, um dos mais antigos habitantes da região. O rancho dele - por onde se entra para subir o Morro da Baleia - fica logo ao lado do Camping PachaMama e pode ser entendido como um antro de licores, cachaças, doces e outras comidinhas maravilhosas de frutos do cerrado. O carro-chefe da casa é a matula, uma espécie de feijoada feita com feijão branco, carne de sol, linguiça, farinha de mandioca, miúdos, etc servidos na folha da bananeira. O preço fixo cobrado é de R$25,00 por pessoa, servindo-se a vontade. O lugar é bastante descontraído, com chão de terra batida e teto de palha, mas mas não se engane: se chegar as 14h de um sábado, as mesas já estão todas lotadas.
Outro ponto tradicional da cidade é a Pizzaria 2000, mas a verdade é que nunca nos animamos para entrar. O lugar pareceu um tanto quanto barulhento e o atendimento bem mais ou menos. Na região há ainda várias opções vegetarianas que atendem ao público zen-light.

2 comentários:

Gambi disse...

Eu fui!
E ae casal, tah bem informativo esse post da Chapada hein?? Lonely Planet que se cuide! hehehe
Belas fotos e parabens pelo blog, tah bem arrumadinho.
bjos e abs
Marcos

Gui Parente disse...

Será que eh muito cheio no feriado de Corpos Christi?obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...