sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Semporna (Sipadan, Borneo) - Malaysia










Quando ficamos em Dahab, mergulhando no Mar Vermelho, conhecemos uma instrutora muito legal do Sea Dancer Diving Center. Enquanto ainda estávamos completamente maravilhados com o mergulho por ali, Marlies nos contou de um lugar em Borneo na Malásia, chamado Sipadan, que segundo ela era o melhor ponto de mergulho de todos os tempos. Isso tudo foi no final de dezembro de 2012 e quase não conseguíamos nos aguentar de ansiedade quando, sete meses depois, estávamos finalmente chegando nesse paraíso a tanto esperado.
A cidade base para conhecer o arquipélago é Semporna e, uma pena, não poderia estar mais longe do paraíso. Ela é feinha de dar dó, mal cuidada, com lixo por todos os cantos e não tem nada, absolutamente nada pra fazer lá - minto: tem um supermercado grandinho, rá! Mas apesar dos pesares é ainda uma boa opção para quem está interessado exclusivamente em mergulho, já que as operadoras oferecem bons pacotes para acomodação.
Semporna: só pra dormir.
Outra opção é ficar em alguma das ilhas do arquipélago, o que apesar de encarecer um pouco pode ser uma boa quando planejado com antecedência - mais uma vez pelas ofertas que os resorts fazem de mergulho + acomodação + alimentação. 
O mar e suas cores...
O destino mais conhecido é a ilha de Mabul, por ter também alternativas mais econômicas e uma bela praia - mas quando fomos eles estavam com um problema sério de percevejos ("badbugs"), uma praga que não escolhe preço em hotel.
Hotel em palafitas em Semporna.
Apesar de Semporna ser um lugar de poucos atrativos, mergulhar em Sipadan recompensa qualquer esforço. O problema é que o lugar é tão procurado que o governo malaio restringiu o acesso a 200 mergulhadores/dia e encontrar datas disponíveis já é uma preocupação.
Ilha de Sipadan e cabine de controle de mergulhadores.
Acabamos escolhendo a Sipadan Scuba por um motivo muito prático: eles eram o único centro que ainda tinham licenças disponíveis para as datas que nós estaríamos lá. 
E quando acaba, acabou, sem choro nem vela. Por isso é importante ter algum planejamento na hora de seguir para Semporna, de maneira a comprar um pacote que tenha obrigatoriamente pelo menos um dia de mergulho na ilha mais famosa – o que normalmente é complementado por dois outros dias em outras ilhas igualmente boas, mas que não são a joia do lugar.
O mar movimentado de Semporna.
Felizmente tivemos uma experiência boa com a Sipadan Scuba, nada a reclamar. Os equipamentos são bons, alguns bem gastos (como é possível perceber pela minha roupa de mergulho) mas em geral funcionam bem. 
O casal mergulhador.
Como a maioria dos PADI Resorts eles têm um sistema de "locker's" individuais onde você é responsável pelo seu equipamento que será exclusivo para seu uso enquanto estiver naquele dive center. O hotel conveniado com eles também é bem legal, com quartos pequenos mas de padrão internacional, internet wifi OK e serviço atencioso.
Como diz a Gabi: "eu mergulho pra ver peixinhos coloridos!"
Ahhhh e o que falar dos mergulhos? É difícil descrever tanta diversidade, tanta riqueza, tanta vida marinha e tanta visibilidade num só lugar - vai parecer história de pescador mas juramos que é tudo verdade. Para quem já ouviu falar sobre o lugar, o que podemos dizer é que é mais, muito mais.
Que água é essa?
Nosso primeiro mergulho foi já de cara na ilha de Sipadan, onde fica o Barracuda Point, o melhor ponto de mergulho do mundo segundo a CNN Travel (2012). Essa pequena ilha oceânica é riquíssima em nutrientes e suas correntes atraem todos os tipos de peixe, desde os mais coloridos e pequeninos até os enormes giant bumphead parrot fish – uns bichões que parecem umas “vacas do mar” e ficam em bando pastando pelos corais.
Barracuda Point.
A grande atração ali são os tubarões de recife, em especial os de ponta branca e negra, além do cinzento (grey reef shark). 
Mergulhadores e um tubarãozinho.
Em um determinado ponto do mergulho estávamos cercados por cinco tubarões que apesar de não chegarem a mais do que 1,5m estavam todos descansando tranquilamente no chão de areia.
Tubarão!
As tartarugas impressionam não apenas pela quantidade (chega a cansar de tanta tartaruga que se vê dormindo, nadando ao lado ou nas cleaning stations) mas também pelo tanto que são amigáveis. 
Tartaruguita nem aí pra gente...
Normalmente elas ficam ali paradonas olhando o que você, bicho-estranho-não-aquático, vai fazer com aquela parafernália toda e só resolvem se mexer quando as bolhas do ar comprimido saem fazendo um barulhão.
Cleaning station.
Para nós dois uma das experiências mais bacanas foi mergulhar no meio do cardume gigante de jackfish que simplesmente te “fagocitavam” quando você resolvia entrar ali no meio. 

Os trevalis gigantes caçam incessantemente no meio do cardume e de vez em quando é possível escutar um “croque” de alguém sendo devorado por estes predadores que lembram um atum.

Observar um cardume de barracudas chevron de pelo menos 1,2m de comprimento é um deleite para os olhos, num balé tranquilo que quase não combina com os dentes afiados e a cara de mau desses peixes. Poder aproveitar esse espetáculo com calma e de diversos ângulos é uma oportunidade única numa dimensão que só é possível ali.
Cardume de barracudas.
Durante todo o mergulho fica claro porque este lugar é tido como um dos melhores pontos do mundo. A diversidade de vida marinha e a quantidade de animais que convivem naquele pequeno espaço de mar é inacreditável. 
Incrível, não?
Uma correnteza leve torna a experiência mais efêmera quando fica difícil saber pra onde olhar com tanta coisa linda passando: uns vinte giant bumphead parrot fish, um cardume imenso de jackfish, alguns tubarões de ponta branca, peixinhos coloridos de todos os tipos, duas tartarugas dormindo, mais pra frente o cardume de barracudas, outros tubarões de ponta negra, mais tartarugas e por aí vai. Tudo ao mesmo tempo agora.

Um dos pontos que mais gostamos foi a Turtle Tomb, pela charmosa abertura (nem chega a ser uma caverna) que é possível entrar logo no início da descida, além de um paredão que se estende por todo o percurso. 

O nome, um tanto quanto mórbido para as pobres tartarugas, resulta pela quantidade de formações ocas intricadas no meio dos corais que criam uma espécie de labirinto onde algumas delas se perdem e não conseguem subir a superfície para respirar e acabam morrendo no local.

Para quem gosta de mergulhar, Sipadan e pontos ao redor são a pura amostra que esse esporte tem um verdadeiro paraíso na terra (ou no mar...). 

Apesar de Borneo ser muito longe do Brasil, vale muito a pena programar férias no lugar e trazer na bagagem imagens inesquecíveis desse pedaço de vida marinha sem igual. 

PS: Temos muitas fotos e muitos vídeos que compartilhamos com prazer com quem tive interesse. Deixe um comentário que entramos em contato!


5 comentários:

Marcel Tau disse...

Que lugar maravilhoso!!

Ivan qual equipamento que você usou pra fazer os vídeos e as fotos?

Abs

Ivan e Gabi disse...

Oi Marcel, para as fotos subaquáticas usamos a GoPro Hero 2, com a caixa estanque para mergulho. As outras fotos do Blog são feitas com uma Nikon D7000 quase sempre com uma Nikon 18-200mm, 50mm e uma tokina 11-16mm. Valeu por acompanhar!
Abração

Anderson Gonçalves disse...

Irado. O relato é muito bom. Me tira uma duvida, a qual profundidade se chega nesse mergulho? As e parabéns

Anônimo disse...

Boa noite! Adoro o blog de vocês! Tenho uma dúvida sobre mergulho....eu sempre tive vontade de experimentar, mas sou muito medrosa com tubarão e tudo mais. Mas fico vendo que as pessoas querem mergulhar onde eles estão, e ainda não entendi pq rsrs, não é perigoso? Brigada, gente! O blog de vcs é incrível!
Luna

Ivan e Gabi disse...

Oi Luna,

Não precisa ter medo, mergulho é uma atividade super segura se feita da maneira correta. Família da Gabi sempre mergulhou e fui eu o levado a conhecer essa maravilha. Tinha muito medo dos bichos que ia encontrar embaixo d'água no começo mas depois percebi que era muito legal encontrá-los, até porque eles costumam fugir da gente. Escolha uma boa escola de mergulho, ganhe confiança e tenho certeza que vc vai ficar viciada.

Abraço e obrigado por continuar a ler o Blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...