quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Trekking no Annapurna: Dia 13 - Nepal








DIA 13 – 08/04/2013

Marpha a Kalopani (2.530m): 5-6 horas de caminhada

Programação da agência: 

De Marpha, nós pegamos uma rota nova sentido Kalopani passando por Chokhopani. Hoje nós passamos por vilas tradicionais do grupo étnico de Thakali. Nós também veremos as plantações de maçã. Aqui nos espera uma vista panorâmica de 360 graus dos picos do Himalaya: Dhaulagari, Tukuche, os três Nilgiris, Fang e Annapurna I. De Chokhopani nós continuamos para Kokhethanti. Depois de cruzar o rio, nós passamos algumas vezes pela recém construída rodovia que chega até Kalopani.




Maçãs e Montanhas
 
"Despertamos para um café da manhã no terraço da pousada. No cardápio toda a perspectiva da cidade das maçãs.
 
Como chegamos a noite não tivemos dimensão do quão bonita era Marpha. Comemos o prato local: maçãs. O apple crumble estava bom mas o suco de maçã feito na hora roubou a cena!
Gabi manda beijinho do telhado de nossa pousada.

Ao caminharmos pela cidade a grata surpresa de uma vila tranquila, com ruas estreitas e casinhas entigas muito bem pintadas e preservadas. Em conjunto a Tukuche que veríamos mais adiante, foi o lugar mais bonito de toda trilha.
Marpha.

É impressionante o magnetismo das crianças com a Gabi. Por toda a trilha soava um infantil “namastê” meio pidão, meio curioso, é demais!
Cenas de Marpha.

Por boa parte do dia acompanhamos hora a estrada nova, hora o leito do rio, contornando as montanhas do Annapurna à nossa esquerda. Um cenário bonito, cheio de florestas de pinheiros e de um silêncio que só é quebrado pelo eventual caminhão ou ônibus.
Seguimos no leito do rio quase seco, montanha abaixo.

Almoçamos um excelente dhal bhat em Lorjung, outra vila Thakali do caminho. A partir dali o caminho pela estrada se complicou e tivemos que descer para as margens pedregosas do rio. As bolhas dos meus pés começaram a estourar uma a uma com a irregularidade do terreno e fomos obrigados a atravessar braços do rio descalços – coisas de 13 dias de caminhada...
Gabi na porta das macieiras.

Em determinado momento da estrada avistamos três águias do Himalaya. Majestosas aves, maiores que um pavão, reinando absolutas sobre o descampado do rio.
Esse é o equivalente himaláio do nosso condor andino.

Com essa paisagem e pinheiros margeando o rio, pequenas vilas Thakali e toda a irmandade de picos nevados nos rodeando, completamos os 17km de hoje.

 
Agora, em Kalopani, vila que está a 2.535m, o calor começa a voltar e com ele as modernidades. Chuveiro quente já não é mais problema e até achamos internet!


O máximo da integração do pequeno vilarejo ao mundo foi jantar burrito de feijão assistindo os gols do São Paulo X Atlético Mineiro. E deu galo!"



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...