Equipamentos



"Tá olhando o que? Tá achando que eu sou burrico de carga?"
Demorou mas chegou! Após 7 meses de estrada já podemos ter um olhar crítico sobre tudo o que carregamos, suas utilidades e relevâncias.

Segue abaixo a lista comentada de equipamentos que estamos carregando nesta nossa viagem de volta ao mundo. Eu levo uma mochila de 55 litros (a Pagu!) pesando entre 10 e 12 kg e Ivan carrega uma de 65 litros (propositadamente sem nome) pesando entre 13 e 16 kg – e nós dois concordamos que dava pra fazer com bem menos. Mas como essa é a nossa primeira vez correndo o globo, resolvemos pecar pelo excesso do que deixar faltar alguma coisa no meio do caminho.

ROUPAS

Aqui estão as roupas da Gabi, mas a mala do Ivan segue o mesmo padrão.

5 Cuecas / Calcinhas: tecido antibacteriano/antifúngico;

2 Soutiens: preferencialmente tipo “top” porque são mais práticos e servem também como biquini;

4 Meias: de trekking, específicas para calor e/ou frio;

2 Calças: de trekking, conversíveis em shorts ou bermuda; com bolsos laterais que tenham zíper ou velcro;

4 Camisetas manga curta: você provavelmente vai comprar mais camisetas durante a viagem, como souvenir;

2 Camisetas manga comprida: não penas para o frio, como também tecidos que possam ser usados no calor (proteção contra insetos e sol);

1 casaco de fleece: ou algo do gênero, que esquente bem no frio e aguente ar condicionado congelando de avião e ônibus;

1 casaco corta vento/impermeável com capuz: para enfrentar chuva, barcos, vento, e também ajudar a segurar no frio, etc;

1 gorro + luvas: ambos bem quentes e que segurem também o vento;

1 jogo de roupas térmicas: calça e blusa térmica de manga comprida, para aguentar um frio bravo sem fazer muito volume;

1 sunga/ biquíni: nada muito ousado;

1 tênis/bota de trekking: precisa ser super confortável, leve e deve já estar bem amaciado antes da partida; se for fazer trekking é melhor que seja de cano alto;

1 chinelo – havaianas mesmo!

É interessante que as roupas sejam em geral de cor escura (preto, marrom, cinza) porque com o tempo elas vão ficar encardidas e com cores claras isso aparece bem mais. Não recomendamos comprar peças de algodão porque retém o suor e demoram a secar – os tecidos inteligentes tipo dry-fit são sempre os melhores porque se adaptam à temperatura do corpo.

Com relação às roupas é importante fazer uma boa pesquisa prévia sobre quais os climas da sua viagem. No nosso caso sabíamos que iríamos pegar condições extremas de calor (Tanzânia, Índia, Sri Lanka, Tailândia, etc) e frio (Etiópia, Egito, Israel, Turquia, Nepal) em diversos pontos por isso tivemos que levar roupas flexíveis e que nos atendessem em cada uma destas situações. Mas é claro que se você for ficar em uma região com um clima só, não convém levar toda essa diversidade.

Nossas inseparáveis botas... Único calçado por quase um ano! E as legítimas, claro!

Uma dica muito útil que recebemos de um vendedor de uma loja da North Face foi de separar todas as nossas roupas em sacos grandes tipo Ziplock. Fizemos isso a viagem toda e foi ótimo: mantém um senso de organização (que não é fácil numa mochila) e preserva melhor as roupas de potenciais estragos – tipo a sua mochila aparecer toda molhada depois de uma viagem de ônibus.

ALÉM DA ROUPA

Destacamos com asteriscos os itens que, depois de 7 meses de estrada, demonstraram as seguintes características:

* = tem que levar mas se esquecer não tem problema
** = não esqueça de levar
*** = absolutamente fundamental (e vai fazer a sua vida muito mais fácil)

EQUIPAMENTOS

Necessaires com remédios, garrafas multiuso, Kit de primeiros socorros, sacos de dormir e colchões e a mágica mini toalha!

1 mochilão (****** - INFINITO! Nem pense em levar uma mala de rodinhas...) de no máximo 65 litros com capa de chuva acoplada – não esqueça de ajustá-lo corretamente para o seu tamanho, faz uma baita diferença e previne compressão espinhal;

1 “protetor de mochila” (***) – nada mais é do que um saco enorme de material grosso onde você coloca seu mochilão dentro e tranca, para proteger em aeroportos e outras viagens; de quebra ele ainda vira o seu “cofre” quando for sair do quarto;

1 saco de dormir (*) - se for para regiões frias - ou 1 lençol (para regiões quentes);

1 colchãozinho de ar (*) - somente se for acampar;

1 mochila pequena (***) com capa de chuva acoplada; um daypack apenas para guardar as coisas mais importantes que nunca irão para o bagageiro;

1 sacola reutilizável (**): praia, carregar compras, etc;

1 toalha de secagem rápida (**): nós compramos uma muito boa, chamada Frog Tog, que na verdade é para esportes náuticos mas tem funcionado perfeitamente durante a viagem (e ela tem que ficar úmida para não estragar, não pega cheiro).

NECESSAIRE (PRA SAIR DO BRASIL - O RESTO VOCÊ ACHA)

Protetor solar / Repelente;

Protetor labial;

Absorvente normal e/ou interno;

Hipoglós: santo remédio que resolve tudo (queimadura, assadura, lábio rachado, unha prensada, e por aí vai);

Remédios pessoais e consulte um Médico do Viajante (ver link);

UTILIDADES

buff/bandana (***): mil e uma utilidades – protege o pescoço do frio, ouvido do vento, prende o cabelo, serve de balaclava em tempestade de areia;

óculos escuros (***): resistente e com lentes boas;

money belt (***): o ladrão sabe que você tem mas os batedores de carteira nunca vão conseguir alcançar;

2 cadeados (***);

1 cordinha multiuso (*): varal, amarrar mosquiteiro, etc;

1 canivete suíço bom (*);

2 mosquetões pequenos (*);

Máscara para dormir (tapa olho) / tapa ouvido (earplugs) / travesseiro cervical inflável (**);

Meninas: OIGIRL (ver link) (**);

CONSUMÍVEIS

Álcool em gel (***)

Baby wipes (*******)

1 pacote de lencinhos (*)

ELETRÔNICOS

celular desbloqueado (**): preferencialmente smartphone que também acesse internet wifi

fone de ouvido (**);

adaptador universal (***);

pendrive (*);

Kindle/livro eletrônico (***): A não ser que você leia em inglês e não se importe em descartar os livros e guias, essa é a melhor solução para as incontáveis horas de ônibuas, trem, aeroporto/avião. Fora que ter um tempo pra ler o que quiser é incrível!

lanterna de cabeça com foco direcionável (**).

EXTRAS

Todas as "tranqueiras" do mundo! 

Para nós dois, que estamos investindo em fotografia e temos também o compromisso de escrever para o blog, fez sentido trazer uma parafernália enorme de equipamentos eletrônicos – que são sem dúvida o maior peso (e preocupação) da nossa bagagem.

Depois de muito pensar a respeito chegamos a seguinte conclusão: se você não sabe usar sua máquina fotográfica fora do modo “automático”, não se preocupe em levar um equipamento maior do que uma cybershot ou até mesmo um celular com uma excelente resolução. É sério.

Levar laptop é uma loucura que normalmente só dá mais dor de cabeça – hoje é possível armazenar um backup das fotos na nuvem e todo lugar tem um cybercafé onde você pode fazer isso.

No nosso caso – que é muito específico por conta do blog e da fotografia do Ivan – fomos insanos o suficiente para trazer com a gente os seguintes equipamentos:

1 laptop;

2 HDs externos;

1 máquina fotográfica semi-profissional;

2 lentes (teleobjetiva + 50mm);

1 tripé leve para viagem (750 gramas);

1 GoPro Hero2 (câmera para esportes radicais e subaquáticos);

1 kit de limpeza;

1 mochila própria para estes equipamentos fotográficos;

Esperamos que essas sugestões possam ajudar e deem boas ideias para futuras volatas ao mundo!


2 comentários:

Marcos disse...

NOssa, serio, MUITO dahora essa aba...
essencial, um guia perfeito...magia!

Jéssica Silva disse...

Olá, gostei muiiiito do blog de vocês, tem me ajudado em assuntos pontuais. Essa dica do Oigirl... Sensacional!!!

Pretendo fazer uma trip de volta ao mundo junto com uma prima em 2017. Estamos na fase planejamento, nossa viagem irá dura entre 01 ano a 02 anos (estamos decidindo), uma das questões que já assombra minha mente é no quesito FOTOGRAFIA. Amooooo fotografar, penso em investir, um pouquinho, em um equipamento bacana para nossa trip. É ai que amargam as coisas... Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas.

Tenho uma Nikkon J1, mas acho ela um tanto limitada devido a falta de oferta, no mercado nacional, de lentes que atendam necessidades básicas. Vi que você levaram consigo uma Nikkon, se importaria em informar qual é modelo dela?

Você, também, disse que levaram duas lentes teleobjetivas de 50mm; gostaria de saber mais informações sobre as lentes. Será de imennnnnnsa ajuda!!!!!

Com relação ao tripé, acha foi útil para registro de selfs ou, mesmo com esse equipamento, precisaram pedir para que estranhos registrassem fotos de vocês. Classificaria como um equipamento indispensável?


Valeu pelas dicas, o blog de você está incrível!!!!

Boa trip. Parabéns pelo trabalho!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...