O Sonho

Os dois sempre quiseram abraçar o mundo. Mas o mundo é muito grande e dois braços apenas, mesmo que com muito esforço, não davam conta do recado. Até que um dia combinamos um café na Vila Madalena (bairro hippie-boêmio-intelectual-descolado de São Paulo, Brasil). Ali descobrimos que juntos, os dois abraços poderiam se encontrar em volta do mundo. E assim foi – pelo menos até agora.

Não somos herdeiros, muito menos ricos, mas temos garra e muita fé no coração. Ao longo deste período nos planejamos muito, elaboramos planilhas, estabelecemos metas, fizemos escolhas e, depois de cinco anos, bateu aquela sensação de “é agora ou nunca”.

Decidimos, então, que seria importante celebrar nossa união com a família e amigos antes do início dessa jornada. Assim, casaremos e partiremos para a realização desse sonho.

Nossa viagem de volta ao mundo começa em outubro de 2012, na África do Sul e tem duração prevista de 10 meses. O roteiro foi dividido em 5 blocos fundamentais: “Costa Leste Africana”, “Oriente Médio”, “Índia/Nepal/Tibet”, “Sudeste Asiático” e “China e Japão”, se der tempo. Neste período esperamos aprender muito, conhecer as pessoas e culturas que fazem estes países, nos conhecer melhor, vivenciar a beleza do mundo e trilhar o caminho para a nossa felicidade. E, claro, relatar tudo isso no nosso blog.

Mas, e depois? A gente também não sabe como vai ser. E essa é uma das partes mais legais.


7 comentários:

Anônimo disse...

Relatos emocionantes do embarque

Saímos às 16h15min da casa da Maria Eliza carregando os queridos filhos, mochilas, muiiiita ansiedade e adrenalina altíssima. O Gambi com o poderoso GPS conseguiu desbravar novos caminhos e fluímos por avenidas e ruas desconhecidas enquanto a Gabi tinha desmaiado no meu colo e o restante escutava minhas histórias familiares que eu contava para ir passando o tempo.
Chegamos e o check in abriria somente às 22:30 portanto tempo para andar, rir, jantar.
O Ivan fez kms e kms dentro do aeroporto porque em cada telefonema que recebia somente conseguia falar se andasse e andou muito. Em seguida a Gabi também falava e ria e a alegria contaminava. Como é bom ter amigos! Agradeço carinhosamente todas as ligações efetuadas por essas pessoas tão especiais que deram um abraço eletrônico de despedida mas extremamente quente e próximo.
Hora do check in, pega a pastinha preta ou amarela e o casal caminha para o atendimento. Enquanto issso, nós, Maria Eliza, Gambi e eu, ficamos conversando e aguardando.
Como tenho visão materna comecei a observar algumas reações corporais no nosso querido casal: A Gabi tinha encarnado uma hiena, sorrindo agressivamente, salivando, prontíssima para o ataque, os curtos cabelos estavam eriçados e arrepiados, os braços cruzados apertados. O Ivan era assustador: os pelos pretos tinham crescido instantaneamente debaixo da camisa de linho branca e furado todo o tecido e se transformavam em uma armadura preta e pontiaguda. Todas as extremidades principalmente braços, orelha estavam, rígidos e enormes e balançavam como pêndulos prontos para a decapitação.Era um bichão de armadura.
Voltaram ao nosso encontro e tinham que comprar agora uma passagem de saída da África do Sul caso contrário não embarcariam.Normas internacionais.
A hiena e o orangotango ferozes correram para o ataque na agência interna da companhia aérea e os pais correram atrás. Eu comecei a rezar e evocar todas as energias dos amigos, irmãos, tios, primos, mestres de cerimônia, Nossa Senhora de Fátima, rabinos, mantras.
Enfim após muita conversa e análise, transferência de peso de uma perna para outra, gesticulações, risadas irônicas compraram as passagens. Eu tenho somente agradecimento pelo atendimento paciente e eficaz das duas mocinhas que tinham apenas como anteparo de segurança um balcão. Saímos da pequena saleta aliviados.
Abraços, beijos chorei como tinha o direito de chorar, muito, e os nossos filhos que ainda tinham o resto de detalhes da encarnação corporal de bichos selvagens tinham vencido e solucionado o primeiro desafio da grande e sonhada viagem. O casal é forte, unido,criativo, educado e determinado.
Os pais atordoados começaram a descer a escada rolante de saída e quando estávamos nos degraus finais ouvimos a voz do Ivan “eu não vou mais embarcar”!!!!!! Devolveu para a Maria Eliza o celular que ele havia esquecido no bolso da calça e subiu correndo pela outra escada. Quase desmaiei, mas quando olhei o Ivan pelas costas fiquei apenas em paz, pois não havia mais pelos de aço, a camisa tinha voltado a ser branca e ele não andava, flutuava, pois a euforia era tanta que asas de anjos haviam brotado nas suas omoplatas e ele voava.
SAUDADES SEMPRE. Celina

Bellinha Cansanção disse...

Gabiiiiiiiiiiiiiiiii!!!
Que máximo!!! Já tô acompanhando a viagem!!! um beijo grandeeeee

Bellinha Cansanção disse...

Gabiiiiiiiiiii, que máximooooo! Já tô acompanhando essa viagem dos sonhos! beijaaaaao

Anônimo disse...

ola
Bom, vi o casamento de vocês no vestida e noiva que aproposito foi perfeito, comecei a acompanhar a viajem e gostei muito do que vocês falaram que não são ricos que essa viaje foi graças a muito planejamento, isso me inspirou a fazer algo parecido, sempre sonhei em ir para a Europa de mochileira para conhecer os pontos históricos, e vou me basear no que vocês fizeram me planejando, para quem sabe em 5 anos em também não possa estar realizando o meu sonho. Agradeço pelo blog e por terem me inspirado, que a viajem de vocês sejam tudo aquilo que sonharam.

Ivan e Gabi disse...

É minha gente, os sonhos começam assim, na nossa cabeça. Depois, com uma pitada de coragem, acabam ganhando forma física, e, quando vc menos espera, já se vê realizando-o. Beijos a todos os sonhadores!

Dani Campelo disse...

Belissimo o comentário da Celina. Sou uma curiosa e passei aqui por acaso. Mas cá estou eu com lágrimas nos olhos. Tudo de bom pra vocês!

Lígia disse...

Muito bacana o blog de vocês, parabéns! Com certeza vou pegar várias dicas!
Li esse post sobre como começou o sonho de dar a volta ao mundo e no final vcs disseram que não sabiam como seria a volta... Como foi? Conta pra gente!
Fiquei curiosa, pq eu e meu noivo temos esse sonho também, mas a maior incerteza é em relação à volta. Seria legal conhecer a história de quem foi.
Valeu! bjo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...